01/12/2009

Aroldo Barthman (in memórian)


Para matar um pouco a saudade do grande tenor


*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

Nenhum comentário: