01/12/2009

Helio Mancuso - Meu pai (In memorian)



Meu pai, Helio Mancuso, músico dos bons, tocava sax e clarinete. Tocou em diversos conjuntos musicais no interior, tais como: Orquestra Copacabana de Pederneiras, Jazz Band Pederneiras, Corporação Musical Henrique Marques de Limeira, União dos Artistas ferroviários de Rio Claro, Titulares do Ritmo de Rio Claro, entre outras. Foi um dos fundadores da Blue Star Orquestra de Rio Claro. Faleceu em 2002 e deixou uma composição inédita, a valsa “Eliana”. Ele não era compositor, essa foi sua única composição. Tenho lembrança que foi tocada pela União dos Artistas Ferroviários de Rio Claro na época em que o maestro era Octávio de Muzzio, foi o próprio maestro Octávio quem fez o arranjo para piano da partitura que tenho comigo.


O áudio acima é de um programa de computador, feito a meu pedido pelo músico e maestro Felipe da Orquestra Sinfônica de Rio Claro, pois a música nunca foi gravada.
*


Helio Mancuso na Orquestra Copacabana de Pederneiras, o primeiro sax da esquerda. Detalhe: o terceiro sax da esquerda para direita é meu tio Luiz Mancuso.
*
Nota: Fonte site Baú de memórias de Pederneiras. Por volta de 1950 o maestro Emilio Francisco Paine formou a Orquestra Copacabana.
*
Foto com os músicos: Antonio Dias”Tite”(violão), Pompeu Pompei (pandeiro), Raul Meneses (bateria), Norberto Paine (maracas), Maximiliano Viotto Filho”Badê”(acordeon), Aparecido Mateus (piston), Antonio Paine (piston), Francisco Paine (trombone), Hélio Mancuso (sax e clarineta), Antonio Andreoli (sax), Luiz Mancuso (sax) e Orlando Vicari (sax e clarineta). Cantores: Ismar Martini e Pedrinho.
*


Jazz Pederneiras. No trio de Sax o terceiro da direita para esquerda é meu pai Helio Mancuso, o segundo meu tio, Luiz Mancuso
*


Jazz Band Pederneiras, carnaval 1952. O duo de sax, Helio Mancuso e Luiz Mancuso.
*


Bauru 1950. No duo de sax meu pai Helio Mancuso e meu tio Luiz Mancuso. Não tenho certeza, mas deve ser o Jazz Record fundado em 1945 na cidade de Pederneiras e que abrilhantava as peças teatrais do Grêmio Literário Anchieta, além de bailes e festas.
*


Foto tirada em 1948. Essa banda deve ser da cidade de Pederneiras, não tenho certeza. Em pé da esquerda para a direita o terceiro é meu tio Duque Mancuso, seguido do meu pai Helio Mancuso e meu Tio Luiz Mancuso.
*


Na Clarinete ao centro Helio Mancuso. Não sei que banda é essa. Deve ser a União dos Artistas Ferroviários de Rio Claro ou a Corporação Musical Henrique Marques de Limeira.

*

*

Um comentário:

ESPERANÇA disse...

Bom dia, neste momento,estou ouvindo a música do Hélio e vendo as fotografias, muito me emociona.
Itamar