27/08/2009

PE. LUCIANO ORLANDO GIOVANNI (1917-1994)


Nascido em Rio Claro-SP, aos 08 de junho de 1917, entrou como aspirante na cidade natal aos 05.01.1929. Feito o noviciado em 1935, professou pela primeira vez em 1936. Emitiu a profissão perpétua aos 11.01.1939. Foi ordenado sacerdote em Ribeirão Preto aos 15 de agosto de 1942.

Exerceu o ministério em Ribeirão Preto-SP, Rio Claro-SP, São Caetano do Sul-SP, Marília-SP, Ituiutaba-MG, Morrinhos-GO, Casa Branca-SP, Cafelândia-SP, e Barretos-SP desde 1969. Foi vigário paroquial, pároco e professor.
Entrou no seminário a convite do seu irmão, Ir. Roberto Giovanni.
Embora não fosse considerado o primeiro da classe na escola, era dotado de inteligência acima da média, que lhe permitiu avançar em todos os estudos com facilidade.
Cheio de vivacidade, alegre, brincalhão, não sabia o que era tristeza. Tinha paixão pela pesca.
Amante da boa música, cantava e tocava órgão. Dado à poesia, sabia compor. Grande conhecedor da literatura brasileira, foi bom professor de português e escrevia com facilidade para os jornais de Barretos. Deixou poesias e contos. Foi membro fundador da Academia Barretense de Cultura e ocupava a cadeira 15, tendo como patrono Francisco Xavier de Almeida Júnior.
Nos últimos meses o câncer que o minava, recrudesceu. Percebeu que sua doença era incurável e acolheu a morte com a serenidade ciente de que cumprira a tarefa confiada por Deus. Faleceu aos 20 de julho de 1994 em Barretos. Foi sepultado no túmulo da Congregação em Rio Claro-SP.

Nenhum comentário: