01/12/2009

Sydney Barreto


Sydney Barreto, aposentado, tem a música como hobby. Foi radialista, atuou na Rádio Record de São Paulo, Rádio São Carlos, Rádio a Voz, Rádio Clube de Rio Claro (PRF 2), Rádio Educação e Cultura de Rio Claro, Rádio Brasil de Adamantina, Rádio Difusora de Lucélia, Rádio Ribeirão Preto, onde foi músico da Orquestra Filarmônica de Gaitas do Nadim Hanna. Foi gerente da Rádio Cultura de Ituverava. Em Rio Claro fez parte do Trio Continental de Gaitas com Jordão e Néveo e do Trio Anjos da Gaita, com Jordão e Kelito (e Castro Rodrigues). Família de músicos, sua mãe era soprano do Coral da Igreja de Araraquara, seu Pai solava Bandolim, seu avô era violonista e cantava as cançonetes e modinhas da época. Sua tia, irmã de seu pai, Dona Branca Barreto, inspiradora do compositor Zequinha de Abreu, era professora de violão; dois irmãos compositores, quatro irmãs pianistas. Casado com Dione Vitti Barreto tem cinco filhos, todos músicos.
Gilbert foi músico da Orquestra Sinfônica de Rio Claro e percussionista da dupla Chrystian e Ralf; atualmente leciona música em Taiwan onde é casado com a taiwanesa Lins.
Edson também foi músico da dupla Chrystian e Ralf e agora é baixista do cantor Leonardo.
Sydney Denise foi crooner e violonista. Desde pequena se apresentava no programa da Tia Joaninha, antigo programa da PRF 2.
Sylvio, que residiu em Londres toca violão clássico, Advogado, atualmente é empresário em Florianópolis.
Newton, atualmente reside em Shanghai na China onde leciona música e tem uma Banda. É guitarrista e crooner.
Sydney Barreto pertenceu ao cast da gravadora Odeon onde cumpriu dois contratos de 1961 a 1963, com dezenas de músicas editadas pela Fermata e outras editoras. Tem músicas editadas nos Estados Unidos por Máster Music Publications na Flórida. Barreto tem um método musical editado pela Editora Bruno Quaino, do Rio de Janeiro. Tem 54 músicas de sua autoria gravadas por vários artistas em todas as gravadoras de São Paulo.
Esse é Barreto. Xilógrafo, músico, trovador, radioamador (PY2-EAP), gravou discos, pintou quadros, escreveu livros e compositor.
*
Cobrança via internet: Desde a morte de meu tio Ribeiro Mancuso, isso em 1976, Barreto me fala que vai me dar uma fita, onde ao clarinete, meu tio está solando a música Lágrima de Virgem. A mocinha já não é mais virgem, enxugou a lágrima e eu, CONTINUO ESPERANDO A FITA BARRETO!!!!!! O áudio abaixo já postei na página onde falo de meu tio, mas estou repetindo só para mostrar que não estou mentindo.

*
*
Áudios de Sydney Barreto


*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*
Abaixo: Áudio de Sydney Barreto e os Anjos da Gaita no programa do Fausto Silva na TV Globo


*
Abaixo: Sydney Barreto no programa Raul Gil


*
Abaixo Baquatrio. Trio formado por Edson Barreto (baixos), filho de Sydney Barreto, Kiko (percussão/bateria) e Thomaz (acordeon).


*

*

*
Abaixo: Edson Barreto no teclado, com Banda de Chrystian e Ralf interpreta músicas de Sydney Barreto.

*

*

*
Mais sobre Edson Barreto no link abaixo.
*

*


*
Abaixo: Composições de Sydney Barreto na voz do saudoso seresteiro Rioclarense Euclides Alves. Os áudios são de discos 78RPM e que estavam em uma fita cassete fornecida pelo Barreto. Os áudios não estão bons, mas por se tratar de Euclides Alaves não poderia ficar sem registro.

*

*

*

*

Foto acima o Trio Continental com o grande e saudoso Nelsom Gonçalves
*
Clube da Penumbra era apresentado por Sydney Barreto na Rádio Educação e Cultura de Rio Claro. Abaixo áudio de um de seus programas.


*
BREVE ESTAREI POSTANDO COMPOSIÇÕES DE SYDNEY BARRETO INTERPRETADAS POR OUTROS CANTORES.

Néveo que atuou no Trio Continental de Gaitas, ao lado de Jordão e Barreto, reside hoje em São Paulo e mandou um pequeno hitórico de sua trajetória.
-Néveo - Nasci em Rio Claro, SP ,estudei os quatro anos primários no Grupo Escolar Irineu Penteado, ginásio no Koelle e curso normal na Organização Alem. (denominações da época). Curso de belas artes em Araraquara. Trabalhei como Office-Boy na extinta Delegacia Regional da Fazenda, dos 16 aos 18 anos, quando prestei concurso para cscriturário pelo DEA (Departamento Estadual de Administração), válido para qualquer secretaria do estado. Fui aprovado e por duas vezes chamado para escolher uma vaga, mas não me interessei pelos lugares disponiveis. Nessa época por felicidade Instalava-se em Rio Claro a Faculdade de Filosofia Ciências e Letras na rua 10 com avenida 32 (hoje UNESP), foi verificado quem de Rio Claro havia sido aprovado em Concurso, então fui procurado e aceitei então fui trabalhar como escriturário na secretaria da referida faculdade. Logo em seguida fui aprovado em concurso para desenhista do departamento de geografia da mesma faculdade. Especializei-me em desenhos cartográficos. Neste meio tempo em 1957 formamos o Trio Continental de Gaitas onde atuei até 1964 com Barreto e Jordão. Nos apresentavamos no Cine Teatro Variedades aos sábados à tarde em um programa com vários artistas locais, apresentado pelo seu tio Ribeiro Mancuso, além de várias apresentações em emissoras de rádios de cidades vizinhas e aos domingos, com patrocínio da caninha 3 fazendas na rádio de Araras. Muitos Shows beneficentes em Rio Claro e outros de caráter contratual. Em 1958 tocamos em Araraquara com o saudoso Nélson Gonçalves. Tivemos também apresentações na extinta TV Tupi, na parte musical do "Revista Feminina", apresentado por Maria Tereza Grégori. Deixei o Trio em 1964 quando fui aprovado em concurso para o cargo de desenhista cartógrafo no Instituto de Geografia da USP aqui em São Paulo e mudei para a capital. Continuando meus estudos e especializações nesta área pude desenvolver muitos trabalhos, como diversos atlas, ilustrações de teses e livros especializados em Geografia, inclusive para Universidade de Yale dos USA., além de publicações em outros países, de professores que vinham se especializar na USP. Já como Radioamador pude construir mapas para as primeiras expedições do Projeto Rondon e, continuando atuando também no rádio para cobertura e assistência dos que trabalhavam em campos avançados na Amazônia. Daí a idéia de, com outros colegas, que colaboravam cada um em sua casa, formarmos o Grêmio de Radioamadores do Projeto Rondom, atuando 24 horas por dia. A polícia estadual cedeu um sargento radioamador para nos ajudar nos plantões. Também desenvolvi mapas com projeções azimutais para ajudar na direção das antenas dos rádios. Antes de me aposentar houve por bem estudarem meu "Curriculum", e recebi uma referência de Professor, por eu ter apresentado trabalhos considerados de valor científico. Aposentado da USP trabalhei com Fotografia e cinema profissional (coisa que já fazia como amador em Rio Claro) e chefiei por seis anos o departamento de artes da Jaraguá Filmes. Desde 1985 junto com o radioamadorismo incluí a informática, uma vez que surgiram programas que ajudavam na comunicação. Interessado desde criança em diversos ramos de atividades humanas, fiz o curso de psicologia com extensão universitária de quatro anos em parapsicologia, com Dr. Rine da Universidade de Duke, USA. Em seguida, em 1996 estudei Reiki, nível um, dois e mestre, radiestesia e radiônica, cristais, numerologia, astrologia, mapa astral, psicoterapia e psicánalise na Faculdade de Ciências Psiquícas. Submeti-me ao credenciamento junto ao conselho regional de terapia, onde recebi a carteira CRT 23052, como Terapeuta Holístico, credenciado nas áreas de psicoterapia holística, terapia corporal e em sincronicidade. Trabalhei nesta atividade de 1996 até 2007 quando pedi baixa. Agora é só Informática, passeios e Estudos Herméticos.
Por haver sido publicado no Jornal da Lapa, onde moro e no jornal Estadão alguns trabalhos e atividades que exerci, membros da Sociedade de Heráldica e Medalhística (atualmente Humanística) viram algum mérito em me premiar com o título de Comendador

Obs: Esqueci de mencionar que quando morava em Rio Claro lecionei durante quase três anos, desenho pedagógico no curso normal e mecanografia e estenografia no curso de contabilidade da Organização Escolar Alem. Em seguida fundei a Escola de Datilografia "Teclatil".
*
Vídeo de Néveo
Bodas e Recebimento da Comenda

Nenhum comentário: