27/11/2009

Silvilí

Postagem autorizada pos Silvili

Obrigado Silvilí, gostei do presente
*

NASCIDA PARA A MÚSICA
Por Toninho Spessoto

A cantora paulistana SILVILI sempre foi apaixonada por música. Mas, por essas questões que só o destino sabe resolver, apenas em 2004 abraçou definitivamente sua grande paixão, após uma viagem à cidade fluminense de Conservatória, onde se respira melodia. Lá conheceu o violonista carioca Voltaire, que ao longo da carreira trabalhou com a fina flor da música brasileira de qualidade, de Altamiro Carrilho a Chico Buarque, passando por Silvio Caldas e Elizeth Cardoso. Voltaire deu à jovem a ferramenta de conhecimentos e a coragem necessária. A Arte encontrou uma Artista amadurecida e consciente.
SILVILI começou a freqüentar rodas de choro sob influência e recomendação de Voltaire. Conheceu a nata do choro e do samba de São Paulo. Essa convivência com choro e samba lhe deu a segurança para, em 2006, gravar seu primeiro CD, CONSEQUÊNCIA, produção independente que está sendo lançada agora pelo Selo Ikêatã Brazil – Distribuição Tratore. Produzido por Arnaldo Galdino, o grande Arnaldinho, violonista e cavaquinista do grupo Izaías e Seus Chorões, o álbum mostra uma cantora antenada com o novo e comprometida com a qualidade. SILVILI optou por gravar basicamente canções inéditas de novos autores. O resultado é um mosaico da mais alta qualidade. As canções encontram na voz doce e aveludada da intérprete a morada perfeita. CONSEQUÊNCIA é composto por sambas e choros que gostosamente grudam no ouvido. O samba se faz presente através de Metades (Marcus Marmello), Bosconeana (Álvaro Cueva), Despertar da Paixão (Serginho Contemporânea), Último Sinal (Kaká Silva), Carta de Gent (Affonso Moraes), Retrato de Mim (Arnaldinho do Cavaco/Marcus Marmello), Espelhos (Marco Bertaglia/Marcus Marmello), Não Andar Nem Remar (Bruno Farah Barreto), A Mulher do Futuro (Almir Guineto/Luverci Ernesto), Só Viver (Beto Velasco), União Maravilhosa (Elzo Augusto) e Desculpa Fajuta (Cristina Costa). Vários dos sambas têm proximidade melódica e harmônica com o choro. Este, propriamente dito, marca espaço em Choro Ao Tempo (Benê Olegário) e Toda Essa Gente (Max Gonzaga). CONSEQUÊNCIA é um disco de audição mais que agradável, que certamente agradará a todas as faixas de público.

*

*

*

*

*

*

*

*

*

*




























Tel. 11-3806-2850 Produtora Ikêatã Brazil

Nenhum comentário: